Como Temperar o Feijão Perfeitamente

As dúvidas sobre como temperar o feijão da melhor forma possível nunca acabam. Todos nós sabemos disso.

Volta e meia é comum nos pegarmos pensando em como deixar ele na consistência certa, não colocar sal demais e não deixá-lo sem graça como vemos em muitos lugares que comemos feijão.

O objetivo que nós temos aqui é encontrar os detalhes para deixar o feijão com aquele gostinho que nos faz querer mais.

Feijões pretos em um sesto

E é bastante comum encontrarmos as mais diversas dúvidas a respeito, e é bem provável que você tenha alguma dessas:

1 – Quais detalhes no processo deixam um feijão bem temperado?

2 – Qual é o tempo ideal para cozinhar o feijão?

3 – É preciso deixar o feijão de molho?

4 – Qual é a consistência ideal do feijão e como atingir ela?

5 – Qual tempero utilizar no feijão?

6 – A combinação perfeita

Quais detalhes no processo deixam um feijão bem temperado?

Esse é o ponto central aqui. É para responder esta pergunta que você está aqui, correto?

Bem, existem algumas premissas muito importantes para fazer um feijão bem temperado. E para isso, é preciso estar atento a não desperdiçar nenhuma possibilidade de agregar sabor.

Parece brincadeira, né? Mas muito da concentração de sabor está na união dos sabores mais fortes que encontramos na panela.

E não devemos perder a chance de concentrar os sabores. Aqui está o segredo de um bom feijão. Somar todos os sabores e aproveitá-los ao máximo.

Dominar algumas técnicas ou pelo menos ter elas mais esclarecidas na sua cabeça fará bastante diferença. Aproveite e aprenda um pouco mais sobre mirepoix e deglaçagem.

É sobre a base e o entendimento inicial do que se está fazendo:

Você precisa ter atenção para fazer um bom refogado – que trará sabor e aromas ao seu feijão e ter uma atenção ao conceito de aproveitar os sabores de fundo de qualquer panela (deglaçagem) para aumentar ainda suas possibilidades de um feijão bem temperado.

Pois bem, após cozinhar o feijão em uma panela de pressão ou até mesmo por mais tempo em uma panela normal. Deve-se ter uma outra panela com uma base de refogado que já esteja sendo preparada.

Uma cebola bem cortada, um bom e fresco dente de alho, um pouco de gordura e sal já podem gerar um resultado muito bom.

Aqueça a panela em temperatura bastante quente, tenha a base do refogado já pronta para colocar ali, despeje um pouco de óleo, manteiga ou azeite e depois coloque todos itens ali.

Procure obter uma cor um pouco mais escura de cada um dos ingredientes colocados ali, acrescente também uma boa pimenta – de preferência in natura e vá mexendo até começar a sentir o cheiro de alho.

Eu sei. Já parece bom, não é mesmo? Sim, e de fato é.

Ao ter os feijões já cozidos ao seu lado, você deve pegá-los e separar do caldo de cozimento.

Este mesmo caldo você vai pegar um pouco e utilizar para liberar os aromas que já estão no fundo da panela. Isso nós chamamos de deglacear e que comentei acima do post.

Você deverá buscar este resultado ao colocar o caldo na panela:

Você consegue perceber que ao derramar o líquido na base que está na panela todo o aroma e será concentrado e todas as ‘sujeiras’ serão unidas? Aí está um dos segredos de um bom sabor agregado.

Após estes sabores estarem unidos, você colocará o feijão já cozido e mexerá para incorporar todos os aromas e sabores.

Logo após, você devera adicionar algumas outras ervas aromáticas que agregarão ainda mais sabor ao seu caldo de feijão.

Você pode adicionar manjerona, orégano, folhas de louro e deixá-los cozinhar e ferver até liberarem todos seus aromas.

Qual é o tempo ideal para cozinhar o feijão?

A primeira dica aqui é buscar sempre um feijão novo. Evite pacotes perto da data de validade e se comprar solto, morda um grão e se ele for novo, cederá rapidamente na sua mordida.

Depois, dependerá do tipo de panela que você irá utilizar: pressão ou uma comum

Na panela de pressão:

Você deve colocar uma quantidade que preferir e cobrir com o dobro de água – no olho mesmo.

Após fazer a checagem da panela de pressão, deixe cozinhar por 25 a 30 minutos.

Na panela comum:

Aqui você também seguirá a proporção de feijão e água na panela. Mas é bem provável que você tenha que adicionar mais água depois.

Após o início da fervura, deixe cozinhar de 50 a 80 minutos.

É preciso deixar o feijão de molho?

Dizem que ao deixar o feijão de molho e depois descartarmos a água nós diminuímos os gases que eles provocam no nosso intestino.

Sim. É verdade. Mas o efeito é apenas diminuído. Para neutralizar por completo seria necessário muito mais tempo de molho e mais água envolvido.

Mas faça isso somente se você tiver tempo sobrando ou tenha percebido que há alguém que uma intolerância muito grande aos gases.

Qual é a consistência ideal do feijão e como atingir ela?

Todo mundo quer aquele feijão com caldo grosso. Mas você sabe o que realmente torna ele mais espesso?

Você deve ter uma proporção de água já no cozimento que faça sentido. Após ter incorporado todos ingredientes e estar fervendo, você deve apostar em ferver por mais alguns minutos para o melhor resultado.

Mas também vale a pena pegar um pouco dos grãos e espremê-los para que liberem mais textura ao seu caldo. Faça isso e despeje de volta na mistura e permita uma fervura por mais alguns minutos.

Você também pode colocar um pouco de amido. Duas colheres de amido de milho para três de água fria. Misture e coloque na mistura. Simples e eficiente.

Qual tempero utilizar no feijão?

É importante ter cuidado com a quantidade e a qualidade dos temperos aromáticos que colocaremos no feijão.

Sempre dê preferência para temperos frescos.

O mais utilizado do Brasil com certeza é o Louro. Em folhas. Mas há uma diferença que pode trazer um sabor melhor e mais natural: comprar as folhas de louro in natura.

O alho – se puder, também deve ser o dente cortado na hora. Os benefícios para sua saúde serão maiores. E o alho também tem propriedades antissépticas.

Sempre há também a possibilidade de agregar sabor através de alguns temperos prontos. Que farão você ganhar tempo.

Mas você precisa buscar uma marca que preze por bons ingredientes. Quanto maior for o cuidado dos itens que vão naquela tempero pronto, melhor. Você também deve evitar o glutamato monossódico.

No geral, você deve utilizar um tempero não tem muito sódio, pouco ou zero conservantes e uma seleção boa de ingredientes.

Combinação perfeita

Até aqui você aprendeu os detalhes para temperar o melhor feijão. Acredite, os segredos que muito falam estão sempre nos detalhes. Mas estar atento aos detalhes é conhecer os fundamentos de uma boa cozinha.

Saber unir e concentrar os sabores é o caminho.

Estar atento aos melhores e mais frescos ingredientes, também.

Fazer. Você precisa parar um pouco de ler e ir para as panelas colocar em prática. É lá que você verá mais simplicidade para ter o resultado final ideal.

Estas informações foram úteis? Compartilhe-o com outras pessoas, para que eles saibam como fazer temperar o feijão perfeitamente!

4 comentários em “Como Temperar o Feijão Perfeitamente

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: